1978 a 1987 - Vanguarda Paulistana e BRock

    O final da década de 70 foi marcado pelo surgimento que uma grande leva de novas cantoras, que ficaram conhecidas como "as cantoras de 79" (ano em que a maior parte delas gravou o primeiro disco). Zizi Possi, Marina Lima, Elba Ramalho, Fátima Guedes, Joanna, Ângela RoRo, Olívia Byington despontaram com as grandes promessas musicais para a década de 80, e de fato todas elas prosseguem suas carreiras até hoje.
    No início da década de 80 surge em São Paulo o movimento denominado "Vanguarda Paulistana", de significativa importância para a MPB da década de 90. Com uma linguagem musical baseada numa temática mais urbana, desenraizada, universal e cosmopolita, o movimento mesclava elementos eruditos a um experimentalismo radical. Os líderes eram os compositores Arrigo Barnabé e Itamar Assumpção. O disco "Clara Crocodilo", de Arrigo, lançado em 1980, tornou-se um marco desse movimento. Tanto Arrigo quanto Itamar, usavam em suas gravações e shows vozes femininas que se confirmaram como algumas das melhores cantoras surgidas no período. Entre as cantoras surgidas com a Vanguarda Paulistana, pode-se citar Eliete Negreiros, Ná Ozzetti (vocalista no grupo Rumo), Vânia Bastos, Tetê Espíndola, Alzira Espíndola, e, posteriormente, Suzana Salles e Virgínia Rosa. 
    Paralelamente surge o rock nacional, com o surgimento de uma nova safra de ídolos, com várias bandas que refletem as diversas tendências do que se produz nos Estados Unidos e na Inglaterra, sendo o amior sucesso o dos grupos Blitz, Legião Urbana, Os Paralamas do Sucesso, Titãs, Engenheiros do Hawaii, Barão Vermelho e Kid Abelha, de onde surgiu a principal cantora do movimento, Paula Toller, talvez a cantora de maior sucesso surgida na década de 80. O rock dominou o panorama musical brasileiro quase até o final da década, quando os alto investimentos das gravadoras em artistas de fácil retorno financeiro começa a embotar o brilhantismo do que se ouve na programação radiofônica, com as modas da música sertaneja, do pagode, e do Axé Music.
    Outras cantoras surgidas no período de destaque: Bebel Gilberto, Diana Pequeno, Jane Duboc, Leila Pinheiro, Rosa Passos, Rosana, Sandra de Sá, Selma Reis e Verônica Sabino.