MARIA HELENA TOLEDO
30/6/1937  Belo Horizonte, MG - 03/02/2010 Rio de Janeiro, RJ
FOTOS


   
Irmã da cantora Rosana Toledo. Iniciou sua carreira artística em 1947, como uma das integrantes da dupla Irmãs Toledo, juntamente com sua irmã Rosana. Em 1951, com a dissolução da dupla, mudou-se para o Rio de Janeiro. Nesse ano, gravou o primeiro disco solo interpretando a marcha "Confusão no salão", de Fernando Bachur. Em 1959, voltou a cantar com a irmã, apresentando-se na TV Itacolomi (BH). Em 1960, gravou na Chantecler os pontos de macumba "São Jorge guerreiro", de J. M. Alves e "Pai Xangô", de Almerinda Fraga. No mesmo ano gravou seu primeiro disco com uma canção própria, "Me leva pra longe" (c/ Luiz Bonfá). Em 1962, gravou na Continental o cha cha cha "Corre coração", de B. Kaye, D. Hill e E. Lee com versão de Juvenal Fernandes. Nesse ano, separada do primeiro marido, casou-se com Luiz Bonfá, indo morar com o marido nos Estados Unidos. Em 1963, gravou mais dois pontos de macumba "Xangô, rei da pedreira", de J. M. Alves e "Pai José", de J. B. de Carvalho. Nesse ano, suas composições com o marido Luiz Bonfá foram gravadas por ele e Caterina Valente, "Mania de Maria", "Sorrindo", "Se eu pudesse voltar", "Indiferença", "Melancolia", "Menina flor", "Reverso", "Saudade vem correndo" e "Cantiga da vida". Sua primeira sessão de gravação em conjunto com Bonfá ocorreu em Nova York em 26 de dezembro de 1962, para o álbum "Luiz Bonfá - Compositor de Orfeu Negro toca e canta Bossa Nova", produzido por Creed Taylor com arranjos de Lalo Schifrin e Oscar Castro-Neves, incluindo três canções escritas por Bonfá e Maria Helena, "Silêncio do Amor", "Sambalamento", e "Tristeza". Nos EUA, gravou os LPs: "Maria Toledo sings Bonfá", em 1962, "Jazz, samba, encore", em 1963, acompanhada por Stan Getz (foi a primeira cantora brasileira a gravar com o músico americano), e "Braziliana", em 1965, com Luiz Bonfá e Bob Scott. "Jazz Samba Encore!" permaneceu por 11 semanas nas paradas pop da Billboard, alcançando a posição 88 no Top 200, algo muito raro para um álbum de jazz. Em 1966, participou como compositora do I Festival Internacional da Canção, na TV Rio, com "Dia das rosas", com Luiz Bonfá, interpretada por Maysa e classificada em terceiro lugar. Em 1967, participou, também como compositora do II FIC, na TV Globo, com "Vem comigo cantar", com Luiz Bonfá e "Amada, canta", também com Luiz Bonfá. No mesmo ano, gravou nos EUA o LP "Maria Toledo canta o melhor de Luiz Bonfá" no qual interpretou entre outras "Se eu pudesse voltar", "Oba-oba", "Mundo perdido" e "Samba de Orfeu". Durante os anos 60, Maria Helena Toledo e Bonfá passaram a maior parte do tempo vivendo e atuando em Nova York, mas também passaram temporadas em Paris, Londres e Roma, viajando para o Brasil basicamente só para férias. Em 1974 Maria Helena e Bonfá retornaram para o Brasil, indo viver no bairro da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Eles começaram a gravar um projeto de disco com participações de João Donato, Novelli, Nelson Angelo e Alaíde Costa, mas esse disco nunca foi lançado. Dois anos depois Bonfá e Maria Helena se separaram. Sentindo-se muito triste, nunca superou a perda, e aposentou-se como cantora. Maria Helena Toledo teve um único filho, Mario Toledo, fruto de seu primeiro casamento

DISCOGRAFIA

1951 - 78 RPM (Carnaval)
1.
Confusão no salão (Fernando Bachur) - Maria Helena Toledo
2. Não Aproveitou (Valentim / O. Gazzaneo / Osvaldo Morais) - Ricardo Valentim
1960 - 78 RPM (Chantecler)
1.
São Jorge guerreiro (J. M. Alves)
2. Pai Xangô (Almerinda Fraga)
SD - 78 RPM (Continental)
1. Corre coração (B. Kaye / D. Hill / E. Lee / Versão: Juvenal Fernandes)
2. Namorados (Luis Mergulhão / Diogo Mulero)
1
1962 - Maria Toledo sings Bonfá (United Arrtists/Copacabana)

1. Se Eu Pudesse Voltar (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
2. Ôba-ôba (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
3. Kalue (Geraldo Vespar / Maria Helena Toledo)
4. Mundo Perdido (Be Still) (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo / Vrs. Manning)
5. Estrelinha (Eumir Deodato)
6. Samba de Orfeu (Luis Bonfá / Antônio Maria)
7. Manhã de Carnaval (A Day In The Life Of a Fool) (Luis Bonfá / Antônio Maria)
8. Menina Flor (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
9. Samba De Duas Notas (Luis Bonfá)
10. Passarinho (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
11. O Sol Nascerá (Cartola / Élton Medeiros)
ABR/1963 - 78 RPM (Chantecler)
1. Xangô, rei da pedreira (J. M. Alves)
2. Pai José (J. B. O.)

1963 - Jazz, samba, encore (Verve Records) - com Stan Getz e Luis Bonfá
1. Sambolero (Luis Bonfá) Maria Helena Toledo, Stan Getz e Luis Bonfá
2. Só Danço Samba (Tom Jobim / Vinicius de Moraes) Stan Getz e Luis Bonfá
3. Insensatez (Tom Jobim / Vinicius de Moraes) Maria Helena Toledo, Stan Getz e Luis Bonfá
4. O Morro Não Tem Vez (Tom Jobim / Vinicius de Moraes) Stan Getz e Luis Bonfá
5. Samba de Duas Notas (Luis Bonfá) Maria Helena Toledo, Stan Getz e Luis Bonfá
6. Menina Flor (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo) Maria Helena Toledo, Stan Getz e Luis Bonfá
7. Mania de Maria (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo) Stan Getz e Luis Bonfá
8. Saudade Vem Correndo (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo) Stan Getz e Luis Bonfá
9. Um Abraço no Getz (Luis Bonfá) Stan Getz e Luis Bonfá
10. Samba Negro (Ebony Samba) (Luis Bonfá) Stan Getz e Luis Bonfá

1965 - Braziliana (Philips)
1. Whistle Samba (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
2. Tanto Amor (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
3. Samba de Orfeu (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
4. Pierrot (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
5. Boticario (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
6. Cavaquinho (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
7. Improviso (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
8. Promessa (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
9. Sugar Loaf (Luis Bonfá)
10. Saudade (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
11. Guanabara (Luis Bonfá)
12. Pequeno Olhar (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
13. Baroco (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)
14. Sambura (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo)