ARACI CORTES
(Zilda de Carvalho Espíndola) 
31/3/1904, Rio de Janeiro  - 08/1/1985, Rio de Janeiro, RJ 
FOTOS
VÍDEOS
 


    Filha do chorão Carlos Espíndola, foi vizinha de Pixinguinha no bairro do Catumbi, no Rio de Janeiro, onde viveu até os 12 anos . Aos 17 anos de idade, deixou a família para trabalhar como cantora em um circo. Foi descoberta por Luís Peixoto, quando cantava e dançava maxixes no Democrata Circo e seu nome artístico lhe foi dado pelo crítico teatral do jornal "A Noite"Mário Magalhães, quando passou a atuar teatro de revista em inícios dos anos 20. Estreou no Teatro Recreio em dezembro de 1921 na revista "Nós pelas costas", de J. Praxedes, com composições de Pedro Sá Pereira. Dois anos mais tarde, já era nome consagrado ao atuar na revista "Que pedaço de Sena Pinto", com música de Paulino Sacramento, onde se destacou com o samba "Ai, madama". Primeira grande cantora popular brasileira, foi praticamente a única a ter sucesso na década de 20, quando, até então, os grandes nomes eram de vozes masculinas, lançou seu primeiro disco em 1925 pela Odeon, onde gravou "Serenata de Toselli", e as canções "A casinha" e Petropolitana". Quatro anos mais tarde teve enorme sucesso ao lançar na revista "Microlândia" o samba "Jura", de Sinhô, gravado simultaneamente por Araci e pelo estreante Mário Reis em fins de 1928. Sua gravação do samba-canção "Ai, ioiô" (no disco com o título de iaià) de Henrique Vogeler, Marques Porto e Luís Peixoto, realizada em 1928, e por ela lançado na revista "Miss Brasil", tornou-se uma das mais famosas da discografia da música popular brasileira. Na revista "Laranja da China", de Olegário Mariano, com música de Júlio Cristóbal, Pedro Sá Pereira e Ary Barroso, encenada no Teatro Recreio, interpretou o samba "Vamos deixar de intimidade", responsável pelo lançamento de Ary Barroso como compositor. Em 1930, lançou na revista " ´É do outro mundo" o samba "No rancho fundo" de Ary Barroso e Lamartine Babo, na época denominado "Este mulato vai ser meu", com o subtítulo "Na grota funda". Neste mesmo ano lançou, na revista "Diz isso cantando", a música "No morro" (Ari Barroso e Luís Iglésias), que oito anos mais tarde seria reescrita e se tornaria o sucesso "Boneca de piche", nas vozes de Carmen Miranda e Almirante.Em 1932, gravou com sucesso o samba "Tem francesa no morro", de autoria de Assis Valente. Foi a primeira estrela de revista nacional a excursionar ao exterior, quando em 1933 o empresário Jardel Jércolis levou uma companhia da qual Araci era estrela, à Europa. Em 1938, atuou na revista "Rumo ao Catete", encenada no Teatro Recreio, contracenando com Eva Tudor e Oscarito. Em 1939, novamente no Teatro Recreio, atuou na revista "Entra na faixa", de Luís Iglésias e Ari Barroso, na qual lançou o samba-exaltação "Aquarela do Brasil". Entre as décadas de 50 e 60, afastou-se do meio artístico, voltando em 1965 no espetáculo "Rosa de Ouro", promovido por Hermínio Bello de Carvalho e Kleber Santos, ao lado de Clementina de Jesus e onde atuavam Paulinho da Viola e Elton Medeiros, entre outros. O espetáculo rendeu dois LPs lançados pela Odeon, "Rosa de Ouro 1" - 1965 e "Rosa de Ouro 2" - 1967, onde participou de várias faixas. Em 1976, apresentou-se no Teatro Glauce Rocha, e em 1978 no Teatro Dulcina. Em 1984, foram lançados pela Funarte um LP "Araci Cortes" uma coletânea com depoimentos da cantora e um livro de autoria de Roberto Ruiz, comemorativos de seus 80 anos. Também nesse ano, a Sala Sidnei Miller da Funarte, homenageou-a com um show biográfico, interpretado pela cantora Marília Barbosa, que revivia sua vida e suas canções, e no qual ela tinha uma rápida participação especial . Ao morrer, seu corpo foi velado no saguão de entrada do Teatro João Caetano, na mesma praça Tiradentes em cujos teatros obteve grandes sucessos.

DISCOGRAFIA

1925 - 78 RPM (Odeon)
1. Serenade (E. Toseli)
1925 - 78 RPM (Odeon)
1. A Casinha (Pedro de Sá Pereira / Luis Peixoto)
1925 - 78 RPM (Odeon)
1. Petropolitana
NOV/1928 - 78 RPM (Parlophon)
1. Jura (J. B. da Silva "Sinhô") 
2. Chora Violão (Josué de Barros)
MAR/1929 - 78 RPM (Parlphon)
1. Linda Flor (iaiá) (Marques Porto / Henrique Vogeler / Luis Peixoto) 
2. Baianinha (Oscar Mota / De Chocolat)
JUL/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. A Polícia Já Foi Lá Em Casa (Julio Cristobal / Olegário Mariano) 
2. Quem Quiser Ver (Eduardo Souto)
AGO/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. Tu Qué Tomá Meu Home (Ary Barroso / Olegário Mariano) 
2. Zomba (Francisco Alves)
AGO/1929 -  78 RPM (Odeon)
1. Quindins De Iaiá (Cardoso Menezes Bittencourt / Pedro de Sá Pereira)
2. Vamos Juntar Os Trapinhos (Pedro de Sá Pereira)
OUT/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. O Amor Vem Quando A Gente Não Espera (Cardoso de Menezes / Ary Barroso / Bittencourt) - Araci Cortes
2. Hino Nacional Brasileiro (Francisco Manoel da Silva / Joaquim Osório Duque Estrada) - Orquestra Filarmônica do Rio de Janeiro
OUT/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. Hino da Independência (D. Pedro I / Evaristo Ferreira da Veiga) - Orquestra Filarmônica do Rio de Janeiro
2. Poeta Do Sertão (Arlindo Leal / Eduardo Souto) - Araci Cortes
OUT/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. Produto Nacional (fruta Da Terra) (Pedro de Sá Pereira) 
2. Gemer No Violão (Lamartine Babo)
NOV/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. É No Toco Da Goiaba (José Jannyni / Eduardo Souto) - com Francisco Alves 
2. Vão Por Mim (harmonia Harmonia) (Francisco Alves) - com Francisco Alves
DEZ/1929 - 78 RPM (Odeon)
1. Eu Não Preciso De Você (Julio Cristobal) 
2. Vá Cumprir O Teu Destino (Ary Barroso)
JAN/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Meu Senhor Do Bonfim (Pedro de Sá Pereira / Marques Porto / Luis Peixoto) 
2. Bem-te-vi Sem Vergonha (Freire Júnior / Luis Iglesias)
JAN/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Samba De São Benedito (Marques Porto / Ary Barroso / Luis Peixoto) 
2. Juramento (Luis Peixoto / Ary Barroso / Marques Porto)
JUN/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Minha Santa Teresinha (Alfredo Breda / Pedro de Sá Pereira) 
2. Meu Natal (Luis Peixoto / Augusto Vasseur)
JUN/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Você Não Era Assim (Aricles França / Ary Barroso) 
2. Chora Que Passa (Freire Júnior)
AGO/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Sim Mas Desencosta (Cândido das Neves "Índio")
2. No Alto Da Serra (José Ferreira Lixa)
SET/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. No Morro (eh Eh) (Ary Barroso / Luis Iglesias) - com Augusto Vasseur 
2. Sapateado (Luis Iglesias / Ary Barroso)
SET/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Cabocla Cheirosa (itassucê) (Alfredo Breda / Pedro de Sá Pereira) 
2. Preto E Branco (Luis Peixoto / Marques Porto / Augusto Vasseur)
OUT/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Alma Da Rua (Augusto Vasseur / Luis Iglesias) 
2. Chamego (Augusto Vasseur / Marques Porto / Luis Peixoto)
DEZ/1930 - 78 RPM (Odeon)
1. Não Quero Mais Saber De Amor (Hermano Rapuano / Paulo Vieira) 
2. Mulata Revoltosa (Hildebrando Da Luz / Julio Casado)
JAN/1931 - 78 RPM (Odeon)
1. Sou Boa Pra Xuxu (Osvaldo Santiago) 
2. Cada Macaco No Seu Galho (Osvaldo Santiago / Luperce Miranda)
MAR/1931 - 78 RPM (Brunswick)
1. Sorris (Jota Soares) 
2. Dentinho De Ouro (Horácio de Campos / Henrique Vogeler)
ABR/1931 - 78 RPM (Brunswick)
1. Quero Sossego (Ismael Silva / Nilton Bastos) 
2. Mal De Amor (J. B. da Silva "Sinhô")
ABR/1931 - 78 RPM (Odeon)
1. Abana Baiana (Afonso de Carvalho / Pedro de Sá Pereira) 
2. Não Sou Família (Honório Rodrigues / Amábile Bulhões)
MAI/1931 - 78 RPM (Odeon)
1. À La Araci (Julio Cristobal) 
2. Reminiscências (Carlos Medina / Jota Soares)
JUL/1931 - 78 RPM (Columbia)
1. Quem Me Compreende (Bernardino Vivas / Ary Barroso) 
2. Teu Desprezo (Artur Costa)
JUN/1932 - 78 RPM (Columbia)
1. Verde E Amarelo (J. Thomaz / Orestes Barbosa) 
2. A Minha Dor (Oscar Cardona)
JUL/1932 - 78 RPM (Columbia)
1. Recordações De Um Passado (Benedito Lacerda / Alcebíades Barcelos "Bide") 
2. Velha Baiana (Napoleão Tavares / Alberto Ribeiro)
NOV/1932 - 78 RPM (Columbia)
1. Tem Francesa No Morro (Assis Valente) 
2. Que É Que (Benjamin Silva Araújo)
DEZ/1932 - 78 RPM (Columbia)
1. Morena Faceira (Custódio Mesquita) 
2. Você É O Homem Do Meu Peito (J. Cabral / M. Rodrigues)
JAN/1933 - 78 RPM (Odeon)
1. Tô Te Espiando (Freire Júnior) 
2. Mulher Do Regimento (Freire Júnior)
MAI/1933 - 78 RPM (Columbia)
1. Tenho Vontade (Guilherme Pereira) 
2. Bate Bate (Ildefonso Norat)
AGO/1934 - 78 RPM (Odeon)
1. Quando Meu Amor Partiu (Benedito Lacerda) 
2. Um Sorriso (Benedito Lacerda)
JAN/1935 - 78 RPM (Odeon)
1. Neném (Ary Barroso / Luis Peixoto) 
2. Não Convém (I. De Morais / Luperce Miranda)
MAR/1953 - 78 RPM (Odeon)
1. Flor Do Lodo (Ari Mesquita) 
2. Hino À Vida (J. Maia / Max Nunes / Vicente Paiva)
NOV/1953 - 78 RPM (Odeon)
1. Ai Ioiô (Luis Peixoto / Henrique Vogeler / Marques Porto) 
2. Denguinho (Aracy Côrtes / César Cruz)
AGO/1954 - 78 RPM (Odeon)
1. As Cadeiras De Iaiá (Nelson Castro / Armando Maciel) 
2. Um Sorriso (Felisberto Martins / Benedito Lacerda)


1965 Rosa de Ouro (Odeon) - com Clementina de Jesus e Conjunto Rosa de Ouro
1. Rosa de Ouro (Hermínio Bello de Carvalho / Élton Medeiros / Paulinho da Viola) 
    Quatro Crioulos (Élton Medeiros / Joacyr Santana) 
    Dona Carola (Nelson Cavaquinho / Nourival Bahia / Walto Feitosa) 
    Pam Pam Pam (Paulo da Portela) Conjunto Rosa de Ouro 
2. Senhora Rainha (Villa-Lobos / Hermínio Bello de Carvalho) Conjunto Rosa de Ouro
3. Ai Ioiô (Linda Flor) (Henrique Vogeler / Luis Peixoto / Marques Porto) Aracy Côrtes
4. Os Rouxinóis (Lamartine Babo) Aracy Côrtes
5. Jura (J. B. da Silva "Sinhô") Aracy Côrtes
6. Escurinho (Geraldo Pereira) 
    Se Eu Pudesse (Zé da Zilda) 
    Nem É Bom Falar (Ismael Silva / Francisco Alves / Nilton Bastos) Conjunto Rosa de Ouro
7. Sobrado Dourado (Nelson Cavaquinho / César Brasil / Antônio Braga) 
    Clementina Cadê Você (Élton Medeiros) 
    Benguelê (Pixinguinha / Gastão Viana) 
    Boi Não Berra (Tradicional) 
    Siá Maria Rebôlo (Tradicional) 
    Maparaêma (Tradicional) Clementina de Jesus e Conjunto Rosa de Ouro
8. Nasceste de Uma Semente (José Ramos) Clementina de Jesus
9. Bate-canela (Tradicional) Clementina de Jesus
10. Semente do Samba (Hélio Cabral) Clementina de Jesus
11. Rosa de Ouro (Hermínio Bello de Carvalho / Élton Medeiros / Paulinho da Viola) Aracy Côrtes


1967 Rosa de Ouro nº 2 (Odeon) - com Clementina de Jesus e Conjunto Rosa de Ouro
1. E a Rosa Voltou (Jair do Cavaquinho)
    Rosa de Ouro (Hermínio Bello de Carvalho / Élton Medeiros / Paulinho da Viola) 
    Quatro Crioulos (Élton Medeiros / Joacyr Santana) 
    Cântico à Natureza (Nelson Matos / José Bispo ''Jamelão'') Conjunto Rosa de Ouro 
2. Isso É Que É Viver (Pixinguinha / Hermínio Bello de Carvalho) Conjunto Rosa de Ouro
3. Flor do Lodo (Ari Mesquita) Aracy Côrtes e Conjunto Rosa de Ouro
4. A Harmonia das Flores (Pixinguinha / Hermínio Bello de Carvalho) Aracy Côrtes e Conjunto Rosa de Ouro
5. Francesa no Morro (Assis Valente) Aracy Côrtes e Conjunto Rosa de Ouro
6. Palmares (Noel Rosa de Oliveira / Anescar do Salgueiro / Walter Moreira) 
    Psiquiatra (Élton Medeiros / Zé Keti) Conjunto Rosa de Ouro, Paulinho da Viola e Élton Medeiros
7. Degraus da Vida (Nelson Cavaquinho / César Brasil / Antônio Braga) 
    Mulher Fingida (Alcebíades Barcelos "Bide" / Cartola)
    O Que Será de Mim (Ismael Silva / Nilton Bastos) 
    Que Samba Bom (Geraldo Pereira / Arnaldo Passos) 
    Só Pra Chatear (Príncipe Pretinho) Paulinho da Viola, Élton Medeiros, Nelson Sargento e Jair do Cavaquinho
8. Dona Maria Devagar (Tradicional) 
    Clementina Cadê Você (Élton Medeiros) 
    Santa Bárbara (Tradicional) Clementina de Jesus e Conjunto Rosa de Ouro
9. Mulato Calado (Wilson Batista / Marina Batista / Benjamin Batista) Clementina de Jesus, Paulinho da Viola e Élton Medeiros
10. Minha Vontade (Chatim) Clementina de Jesus e Conjunto Rosa de Ouro
11.Quem Sabe Um Dia (Paulinho da Viola)
      Rosa de Ouro (Hermínio Bello de Carvalho / Élton Medeiros / Paulinho da Viola) Paulinho da Viola, Clementina de Jesus, Aracy Côrtes e Conjunto Rosa de Ouro

LIVROS

Araci Cortes - Linda Flor (Roberto Ruiz)
Editora Funarte