ANA DE HOLLANDA
(Anna Maria Buarque de Hollanda)
12/8/1948  São Paulo, SP
SITE OFICIAL
FOTOS
VÍDEOS


    Filha do historiador Sérgio Buarque de Holanda e de Maria Amélia Buarque de Hollanda, é irmã do compositor Chico Buarque e das cantoras Miúcha e Cristina Buarque. Estreou aos 16 anos de idade, acompanhando o irmão Chico Buarque no show "Primeira Audição", realizado no Teatro do Colégio Rio Branco, em São Paulo e reapresentado na TV Record, como integrante do quarteto As Quatro Mais. Em 1968, participou do III Festival Internacional da Canção, interpretando o frevo "Dança das rosas" (Chico Maranhão). Teve, nesse ano, seu primeiro registro fonográfico, no LP do Festival. Em 1978 foi back vocal do show "Tom, Vinícius, Toquinho e Miúcha". Participou, em 1978 e 1979, do especial de fim de ano com Chico Buarque (TV Bandeirantes). A partir de 1979 começou a estudar técnica vocal, e nesse mesmo ano foi convidada pelo Selo Eldorado a fazer apresentações solo,  acompanhada pelo maestro Édson José Alves, no programa radiofônico "FM-Inéditos Apresenta Ana de Hollanda" (SP). Em 1980, gravou, pelo selo Eldorado, seu primeiro LP solo, "Ana de Hollanda", registrando as canções "Waikiri" (Carlos Pita e João Damata) e "Angélica" (Miltinho e Chico Buarque), entre outras. Em 1980 e 1981, freqüentou o Curso de Formação de Atores no Teatro Vento Forte (SP).  Em 1982, compôs e gravou, para a campanha de Franco Montoro, candidato a Governador de Estado, o jingle "Acorda meu povo". Em 1983, assinou a direção musical do curta-metragem "Vianinha", de Gilmar Candeias e Jorge Achôa. Entre 1986 e 1988, foi Secretária Municipal de Cultura de Osasco (SP). Em 1990 atuou como atriz no espetáculo baseado no conto "O reino deste mundo", de Alejo Carpentier, dirigido por Amir Haddad, encenado em Machurrucutu (Cuba). Ainda nesse ano, escreveu, em parceria com a dramaturga Consuelo de Castro, a peça "Paixões provisórias". Em 1993, participou, como atriz e cantora, do espetáculo musical "Nunca te vi, sempre te amei", de Guto Maia. Nesse mesmo ano, participou, como atriz e cantora, da peça "João e o Pé de Feijão", com direção de Neuza Maria Faro, trabalho pelo qual foi indicada para o Prêmio APETESP-1993, como Atriz Revelação. Em 1995, lançou o CD "Tão Simples", que incluiu as canções "As Cartas" e "É Tão Simples", de Chico Buarque, além de "Predestinado Amor" (Maurício Carrilho e Paulo César Pinheiro) e "Pra Dizer Adeus" (Edu Lobo e Torquato Neto), entre outras. Nesse ano, realizou show de lançamento do disco, com direção de Ester Góes. Em 1997, gravou no songbook de Chico Buarque a canção "Lua cheia" (Chico Buarque - Toquinho). De 1999 a 2001, ministrou a oficina "O Cantor e a Segurança Interpretativa na Música Popular". Ministrou, em 2000, o curso "A Palavra e a Música". Em 2001, gravou, pelo selo Jam Music, o CD "Um Filme", lançando-se como compositora, com destaque para a faixa-título (com Jards Macalé) e contendo músicas inéditas de compositores como Chico César, Aldir Blanc e Paulo César Pinheiro, além de regravações de canções de Vadico e Noel, Paulinho da Viola e Pedro Caetano, entre outros. Ao longo de sua carreira, apresentou-se em diversos estados brasileiros e no exterior. Em 2003, foi nomeada para o cargo de Diretora do Centro de Música da Funarte/Ministério da Cultura. O quarto disco de Ana de Hollanda, "Só na Canção", sai em 2009, e nele a cantora aparece como letrista de todas as músicas, tendo como parceiros nomes como Jards Macalé, Lucina, Novelli e Nivaldo Ornelas. Em janeiro de 2011 Ana de Hollanda assume o cargo de Ministra da Cultura do Brasil, nomeada pela presidente Dilma Rousseff, permanecendo como Ministra até setembro de 2012.

DISCOGRAFIA


1980 - Ana de Hollanda (Eldorado)
1. Waikiri (João Damata / Carlos Pita)
2. Três Marias (Irene Portela)
3. Resto de Lembrança (Novelli / Cacaso)
4. Um Grito Parado no Ar (Toquinho / Gianfrancesco Guarnieri)
5. Angélica (Miltinho / Chico Buarque)
6. Santa Vida (Nelson Ângelo)
7. Alvorada (Novelli / Carlinhos Vergueiro)
8. Tipo Zero (Noel Rosa)
9. Boca de Cereja (Nelson Ângelo / Cacaso)
10. Quando os Pedaços da Gente (Marcus Vinicius)
11. Ciranda (Irene Portela)

1995 - Tão simples (Movieplay)
1. Toda Saudade (Gilberto Gil)
2. É Tão Simples (Chico Buarque)
3. O Negócio É Amar (Carlos Lyra / Dolores Duran)
4. Pra Dizer Adeus (Edu Lobo / Torquato Neto)
5. Predestinado Amor (Maurício Carrilho / Paulo César Pinheiro)
6. As Cartas (Chico Buarque) - com Chico Buarque
7. Meiga Presença (Paulo Valdez / Otávio de Morais)
8. Caixa De Sonhos (Renato Motha / Vanderley Timóteo)
9. Não Direi A Ninguém (Polera / David Nasser)
10. Loucuras (Silvio Rodrigues / Vrs. Jorge Rein)
11. Samba Pra Mangueira (Sergio Santos / Paulo César Pinheiro)
12. Só Pra Te Ver Feliz (Yuri Popoff / Renato Motha)
13. Musaico (Guga Domenico)
14. Poema Dos Olhos Da Amada (Paulo Soledade / Vinicius de Moraes)
15. Boca Da Noite (Toquinho) - com Toquinho

2001 - Um filme (Jam Music)
1. Um Filme (Jards Macalé / Ana de Hollanda)
2. Mares (Maurício Carrilho / Paulo César Pinheiro)
3. Depois De Tanto Amor (Paulinho da Viola)
4. Contra Mim (Kléber Costa / Ana de Hollanda)
5. Mais Um Samba Popular (Noel Rosa / Vadico)
6. Engomadinho (Pedro Caetano / Claudionor Cruz)
7. Sem Maldade (Moacyr Luz / Aldir Blanc)
8. Girando Sob A Tempestade (Ana de Hollanda)
9. Marca (Sergio Santos / Paulo César Pinheiro)
10. Yes, Zé Manés (Guinga / Aldir Blanc)
11. Ele Não Sabe Dançar (Alcebíades Nogueira / Cristóvão de Alencar)
12. Que É Que Há (Chico César)

2009 - Só Na Canção (CPC-UMES)
1. Alegria de ser (Nivaldo Ornelas / Ana de Hollanda)
2. Beija flor, colibri (Novelli / Ana de Hollanda)
3. Estrada da vida (Helvius Vilela / Ana de Hollanda)
4. Choro por um silêncio (Ana de Hollanda)
5. Por si só (Nivaldo Ornelas / Ana de Hollanda)
6. Tropeço (Alexandre de la Peña /Ana de Hollanda)
7.Jogos de azar (Lucina / Ana de Hollanda)
8. Canção para Aninha (Jards Macalé / Ana de Hollanda)
9. Minha criança (Nivaldo Ornelas / Ana de Hollanda)
10. Eu e você (Helvius Vilela /Ana de Hollanda)
11. Novo amigo (Novelli / Ana de Hollanda)
12. Que me tira o juízo (Helvius Vilela /Ana de Hollanda)
13. Balada (Jards Macalé / Ana de Hollanda)
14. Só na canção (Cláudio Guimarães / Ana de Hollanda)